Logotipo da TAPS

Logotipo da TAPS
TAPS - Temas Atuais
na Promoção
da Saúde

 




Terapias

imprimir

 

O carvão pode salvar uma vida

Muito antes de Cristo, o uso terapêutico do carvão vegetal já foi descrito pelos egípcios e pelos gregos. Também era conhecido pelos índios americanos. No século 19 apareceram os primeiros relatos de experiências ao vivo.
Em uma demonstração pública, o químico francês Bertrand tomou 5g de trióxido de arsênio, suficientes para matar 150 homens. Ele engoliu a mistura sem problemas, porque havia misturado o arsênio com carvão, que neutralizou os efeitos do tóxico.

O farmacêutico francês Touery, engoliu, em 1831, perante a Academia Francesa de Medicina, 1g de estricnina — 20 vezes a dose mortal! Sobreviveu porque havia misturado a estricnina com 15g de carvão. Na mesma época, o médico americano Hort salvou um paciente — envenenado por uma dose excessiva de bicloreto de mercúrio — ministrando diversas doses de carvão.

Dosagem para adulto

É importante lembrar que a adsorção das moléculas pelo carvão ativado depende também das condições fisiológicas como o pH do tubo digestivo e a presença ou não de alimentos. A eficácia do carvão depende sobretudo da rapidez da intervenção após o envenenamento!

Apresentamos a seguir uma sugestão da dosagem em função da quantidade de veneno que tenha sido ingerida e em função do tempo decorrido desde a última refeição.

Quantidade aproximada
do veneno ingerido

Dose quando o veneno
foi ingerido duas horas
após a refeição

Dose quando o veneno foi ingerido logo após a refeição

1 colher de café
1 a 2 comprimidos
1 a 2 cápsulas

1 colher de sopa diluída
em um copo de água

4 a 6 colheres de sopa
diluídas em um
copo d’água

1 colher de sopa
3 a 5 comprimidos
2 a 5 cápsulas

3 a 4 colheres de sopa

6 a 15 colheres de sopa

desconhecida

1 a 5 colheres de sopa

5 a 15 colheres de sopa

Obs.: Devemos aproveitar a sobra no copo passando mais um pouco de água.

Precauções
É indispensável que a pessoa intoxicada esteja consciente e que não tenha dificuldade de deglutir.

O carvão não deve ser utilizado em casos de intoxicação por produto corrosivo.

_____
Fonte: "Conheça outras terapias" livro citado em PUBLICAÇÕES

 

 

 

top